A grande final da Super Copa Pioneer 2018, a Champions League da Várzea!

Confira o vídeo da cobertura que fizemos da final Copa Pioneer 2018.

*Por Victor Moraes

No último domingo, o estádio do E.C Água Santa, que no ano passado disputou a série A1 do Campeonato Paulista, foi sede da grande final da Super Copa Pioneer, tradicional torneio conhecido como  a 'Champions League' da várzea.

Nós, da Ginga.Fc, fomos conferir  o embate entre o Mocidade, equipe da Vila da Paz, zona sul de São Paulo, e Pau no Gato, da Fazendinha, localizada em Osasco/SP. As duas equipes superaram mais de 80 equipes e foram as finalistas da competição deste ano. Um jogo digno do verdadeiro futebol raiz. 

Duas horas antes do apito inicial, marcado para 13h30, bandeiras, camisas e uma multidão de torcedores (de ambas as equipes) se aglomerava nos arredores do Distrital do Inamar, comunidade que fica em Diadema e abriga estádio do E.C Água Santa (aliás um estádio de boa qualidade e um gramado em ótimo estado - diga-se de passagem). 

A pesar de se tratar de duas comunidades, o clima é bem amistoso. Muitas famílias e crianças uniformizadas e se divertindo a todo momento. Alias, o futebol da várzea é isso: amor pela várzea e pelo futebol, respeito máximo entre os atletas e os torcedores, e muita festa nas arquibancadas. 

''A várzea pra mim é tudo, é uma união inexplicável que toma conta. Eu por exemplo sou de outra quebrada e vim acompanhar a final. A rivalidade fica apenas dentro de campo. Nas arquibancadas é uma grande festa, sempre com muito respeito.'' diz Marcos Santana, morador do Jardim Nakamura, zona sul de São Paulo.

Casa Cheia

Casa Cheia!

As arquibancadas do estádio estavam lotadas. O vermelho do MEC e o azul e amarelo do Pau no Gato dividiram e coloriram as arquibancadas para um público de 10 mil pessoas, dentre eles muitas mulheres e crianças. A festa nas arquibancadas rolou do início ao fim. 

Nos vestiários, os gladiadores se alongam e recebem as últimas instruções de seus comandantes, mas a concentração é tamanha que é difícil prestar atenção em outras palavras.

O presidente do MEC, Sr. Kleber Roberto de Jesus, moreno, de baixa estatura, ele estava de vermelho dos pés a cabeça e claro que o seu coração nunca havia estado tão vermelho. Ele nos contou com orgulho a campanha de seu time até então: ''Tivemos muitos méritos ao longo dessa difícil competição e agora é curtir esse dia, esse momento. Estamos preparados. Trabalho de segunda a segunda por esse time, tenho muito orgulho de fazer parte do MEC”, disse o Sr. Presidente. 

A alguns passos dali, estava o vestiário do Pau no Gato, equipe que utiliza as cores azul e amarelo. Ali o clima era de muito samba, altinha e claro, muito alongamento e concentração total na partida que estava por vir. 

No canto está Seu Aroldo, o azul do seu olho combinava com o azul da camisa do time. Com alguns uniformes em uma mão e garrafas de água na outra, ele aceita com sorriso largo nos explicar como chegou até ali. Ha um ano ele é roupeiro do Pau no Gato, e seu filho é um dos atacantes titulares da equipe. 

“Meu filho estava atuando em um time da série A2, mas foi dispensado, dura realidade para os jogadores da várzea, que sonham com o profissional”. 

Emocionado, ele nos falou do filho e da importância dos dois estarem juntos na final:

''O que importa pra mim é ajudar o Pau no Gato. A comunidade está unida, todos vieram prestigiar a nossa equipe. Estou muito feliz por estar com o meu filho, ele merece um futuro melhor e tenho certeza de que ele fará uma bela partida’’, completou Seu Aroldo. 

Era 13h30 no relógio. Estava tudo pronto para a bola começar a rolar. As duas equipes perfiladas no túnel, crianças ansiosas para entrar com os jogadores em campo. Hino da Champions League e lá vão eles. Na entrada das equipes em campo foram mais de 10 minutos de fogos de artificio pintando de branco parte do céu de brigadeiro,. 

Em campo, um jogo muito disputado, com muita raça e entrega dos dois lados. A festa nas arquibancadas não parou um minuto sequer. E no jogo mais importante do ano, o MEC leva a melhor e vence o Pau no Gato por 1x0 e sagra-se campeão da Copa Pioneer 2018.

E para nós da Ginga.Fc, mais relevante que o resultado, o que fica é sensação pura de ter prestigiado um verdadeiro jogo de várzea e participado dessa grande festa!

*Confira algumas imagens da partida. 

Fotos: Felipe Oliveira & Felipe Rigolizzo